Catálogo - Paixão da Alma: suicídio de cativos em Cuiabá (1854 – 1888)

Capa-Site-Paixao-da-Alma.jpg

Paixão da Alma: suicídio de cativos em Cuiabá (1854 – 1888)

R$30,00 R$21,00

A obra constitui uma pequena amostra da situação de suicídio dos cativos africanos trazidos em navios negreiros ao Novo Mundo, e que dessa forma desafiavam e colocavam em xeque todo o sistema escravista e o conjunto de valores morais e religiosos do mundo ocidental cristão. Embora o cerne da análise seja a Cuiabá da segunda metade do século XIX, pequena cidade do oeste brasileiro, “Paixão da alma” busca dar conta da “morte voluntária” em variadas dimensões, destacadamente na religião, moral, historiografia e valores africanos.

Disponibilidade : Fora de estoque

Informação adicional

Dimensões 13.8 × 20.8 cm
Páginas

136

Edição

Ano de publicação

2018

Descrição

Bruno Pinheiro Rodrigues é doutor em História pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com doutoramento sanduíche na Universidade de Lisboa. Atualmente, é docente da UFMT, campus de Rondonópolis, e responsável pela cátedra de História da América II. Desde 2008 tem se dedicado à investigação do sistema escravista no Brasil nos períodos colonial e imperial, analisando insurreições urbanas, rotas de comércio escravista até a fronteira oeste da América portuguesa, suicídio de escravos, contatos interétnicos entre negros fugidos e indígenas e formação de quilombos, nos territórios luso–brasileiro e espanhol. Em 2017, coordenou dois projetos na UFPA, a saber: “Floresta Enegrecida”, cujo objetivo era investigar a formação de quilombos na Amazônia oriental e a vida da população cativa na região bragantina, fronteira entre o Pará e o Maranhão; e a revista “Africanize-se”, produção coletiva voltada à divulgação da literatura e história da África na educação básica.

Avaliações

Não há avaliações ainda.


Seja o primeiro a avaliar “Paixão da Alma: suicídio de cativos em Cuiabá (1854 – 1888)”

You've just added this product to the cart: