Catálogo - Tudo o que não foi

OFERTA
Tudo-que-nao-foi-600X6001.jpg
jpg-baixa-rgb.jpg

Tudo o que não foi

R$25,00 R$17,50

Esse livro, que reúne uma coletânea de textos emocionantes e sensíveis de jovens e experientes escritores é de enorme importância, pois talvez seja na literatura, na ficção, na dramaturgia, que as pessoas consigam enxergar e perceber o que apenas a razão não tem sido capaz de fazer: o quanto a vida do outro é muito mais importante do que qualquer gole
de imprudência e irresponsabilidade.

Sobre o movimento “Não Foi Acidente”

O início
A ânsia por justiça foi a maior motivação de Rafael Baltresca, Nilton Gurman e amigos a criarem o movimento Não Foi Acidente.
Rafael perdeu sua mãe e irmã no dia 17 de setembro de 2011 e Nilton deu adeus a seu sobrinho Vitor alguns dias após seu atropelamento em 23 de julho do mesmo ano.
A exposição midiática desses casos somada à tristeza e apelo por justiça de inúmeras famílias foi um grande impulso à criação do movimento.
O movimento vem empreendendo, ao longo dos anos, debates, ações de conscientização e suporte a todos os movimentos de cidadania no trânsito.
Em 2014, o movimento Não Foi Acidente caminha na estruturação de uma ONG para poder continuar lutando por esta causa com mais força.

O que querem?
Mudar as leis de trânsito brasileiras, as quais têm tantas brechas e são tão permissivas. O movimento Não Foi Acidente lutará sempre por mais educação no trânsito; pela memória dos que já se foram e pela vida dos que ficaram.

Autores
Ana Miranda
Bernardo Ajzenberg
Bernardo Kucinski
Bobby Baq
Caco Ishak
Carlos Eduardo de Magalhães
Deborah Kietzmann Goldemberg (org.)
Douglas Diegues
Ignácio de Loyola Brandão
Ítalo Ogliari
Luiz Roberto Guedes
Marcelino Freire
Paula Fábrio
Rubiane Maia
Wellington de Melo

Informação adicional

Peso 0.127 kg
Dimensões 13.8 × 20.8 cm
Páginas

112

Edição

Ano de publicação

2014

Descrição

Deborah Kietzmann Goldemberg


Deborah Kietzmann Goldemberg é paulistana, escritora e curadora literária. Estreou na literatura com o livro Ressurgência Icamiaba, 2009, pelo Selo Demônio Negro. Ganhou o prêmio ProAC 2011 do Governo do Estado de São Paulo para a publicação do seu romance Valentia, 2012, pela Editora Grua, que foi finalista do Prêmio Machado de Assis/Biblioteca Nacional 2012 e do Prêmio Jabuti 2013.

Avaliações

Não há avaliações ainda.


Seja o primeiro a avaliar “Tudo o que não foi”

You've just added this product to the cart: